1 de jun de 2013

ヽ(  ̄д ̄;)ノ

| |
Eu espero tudo de vocês: falsidade, mentiras, hipocrisia, até uma facada. Porém o que mais dói é o desprezo, o silêncio; é vocês me isolarem.
Eu viro as costas e , risinhos piadinhas sobre o que eu visto, sobre o que eu falo, como eu ando e até como eu seguro a bosta da caneta. Mas ninguém é perfeito. Todos temos defeitos, cometemos erros mas só  os bons admitem: eu errei, me desculpem. Os que têm caráter, além de admitir, consertam-no.
Amigos? Um, dois, três... não passam de cinco dedos. Amigos verdadeiros? Sim, claro: pai e mãe. 
E no final o que vale cada lágrima por coisas insignificantes? Cada esforço pra mudar quem não tem jeito. Cada briga por coisas idiotas que chegam até ser ridículas. No final o que me resta é pegar uma pipoca, sentar e assistir as pessoas quebrando a cara. Queria muito estar lá e te dizer: eu avisei. Depois não adianta correr para o meu lado, porque aí já vai ser tarde de mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Não xingue ninguém, pois toda ação tem uma reação.
- Não julgue a opinião dos leitores. Se fizessem isso com você, você não gostaria, certo?
- Não peça pra seguir de volta ou visitar seu blog. É deselegante.
- Não xingue meu blog. Ele é feito com muito esforço, e não gosto de ninguém "pisando" nele :)